Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sensualista

Defensora do deleite. Crente no prazer do toque da pele. Nos mapas dos corpos por Descobrir.

Sensualista

Defensora do deleite. Crente no prazer do toque da pele. Nos mapas dos corpos por Descobrir.

Divagar...

por sensualista, em 10.07.18

 

Screenshot_2018-07-10-10-01-27-1.png

É imperativo abrir a porta da fantasia.

Liberdade.

Não é preciso interpretar o sexo, há apenas que gozá-lo. 

Sentir que o sexo não se confina à simples e natural penetração. Cada centímetro de pele participa, percebe e reage; a boca e as mãos, os olhos, o umbigo e os músculos, os seios e os glúteos formam novos relevos em que a sensibilidade proporciona sensações infinitas.

Partir à descoberta dos recantos desse território significa sobrevoar novas experiências. Submergir dos mistérios do prazer e da ternura; ultrapassar as formas conhecidas do sexo respondendo à chamada interior do desejo; percorrer sem vergonha os enigmas da sedução.

Satisfazer a vontade...

Liberdade...

por sensualista, em 23.06.18

Screenshot_2018-06-23-11-16-04-1-1.png

Os preconceitos e tabus fazem parte de cada cultura. São formas de repressão que passam de geração em geração através da educação, da repetição e da imposição inquestionada.

O sexo é o tabu.

Os pudores, moralidades, as restrições éticas e sociais tendem a impedir que se goze o prazer do sexo com total liberdade e amplitude da sexualidade de cada um.

A busca do prazer tem de ser livre.

Descobri que não existem códigos fixos, as regras são flexíveis. Derrubam-se os muros do medo e da culpa, dos escrúpulos e da timidez.

Tenho então a liberdade para marcar as minhas próprias fronteiras da luxúria e de as ultrapassar com o único objectivo de alcançar o mais alto nível de satisfação.

 

Aceitação

por sensualista, em 19.06.18

Screenshot_2018-06-19-09-37-12-1-1.png

Sexo e prazer significam uma sucessão de diversas etapas esbatidas que se misturam entre si para que se acenda a excitação.

Desfruto de todas essas etapas como portadoras do prazer até alcançar o seu ponto mais alto, porque o sexo é, antes de tudo, harmonia dos corpos.

Com uma investida profunda e selvaticamente animal reavivas o meu ardor.

O teu pénis submerge-se como uma estocada e faz vibrar todos os meus sentidos, enches-me por completo até que o meu corpo se adapta ao membro pulsante que vibra no meu interior.

O objectivo é um só. Alcançar o máximo grau de prazer.

Acumulo carícias, beijos, penetrações, palavras e gestos.

O corpo muda. Transforma-se e cresce em mim a necessidade de chegar ao instante mais ardente.

Cada passo conduz à erecção mais vibrante, sinal da tua disposição para alcançar o cume desejado. E a cada passo aumenta a necessidade de que me conduzas ao rebentar da satisfação.

Orgasmo é a palavra-chave. Sinónimo de prazer sublime, transbordar violento da paixão acumulada, que me liberta e deixa atrás de si uma lentidão satisfeita que me transporta o corpo e a mente, vivo da libido numa descarga feroz que paralisa o meu corpo num arrepio saboroso.

 

Devaneios

por sensualista, em 19.06.18

Screenshot_2018-06-19-09-35-42-1.png

 

É o jogo do final ou a finalidade do jogo?

Não é uma pergunta ousada.

A penetração é uma acção indispensável e urgente.

E à volta desse objectivo concentra-se a maior parte da minha energia, com a tua erecção como ponta de lança. 

É a finalidade do jogo.

A fusão ardente dos corpos.

Império dos sentidos

por sensualista, em 17.06.18

Screenshot_2018-06-17-16-48-52-1.png

As sensações que actuam como provocadoras da mente e do corpo têm nos sentidos o seu canal mais fiel.

E agora?

O tacto exercido já não exclusivamente pelos meus dedos, mas por outras partes do corpo treinadas para reconhecer a textura do prazer, como a ponta da minha língua sobre ti conduzem à perturbadora sensação da atracção.

Quando os sentidos dão o alarme e o prazer se instala na minha mente a respiração agita-se, o coração bate mais rápido e a paixão inflama o meu corpo. 

Os meus seios incham levemente, os mamilos tornan-se mais duros e surgem as primeiras gotas de suor. O meu ser responde às primeiras carícias, com o deslizar dos teus dedos num roçar provocador onde vais sentindo o meu prazer cada vez mais húmido.

A mente abstrai-se da realidade e concentra-se só no estímulo sexual que atrai totalmente a minha atenção, que me fascina.

Continuas, a excitação aumenta, o clítoris retrai-se e eu alcanço a plataforma orgásmica.

A temperatura aumenta, a respiração acelera-se ao máximo e é nesse instante, quando os músculos se contraem como rochas que se dá a libertação do orgasmo

E é aí nesse império que o prazer supremo invade todo o meu corpo.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D